Ouça ao Vivo

play

Junior Lima abre o jogo e fala sobre a sua sexualidade

Músico revela que sofria bullying na escola

Em uma entrevista ao canal do Youtube de Fernando Grostein, Júnior Lima abriu o coração e falou sobre o bullying que sofreu na infância.

O músico relatou que passou por situações constrangedoras na escola por cantar sertanejo, usar cabelo comprido e usar as roupas típicas. “No meu colégio tinha muito moleque folgado. Quem não queria pedir um autógrafo, queria infernizar”, revelou.

O cantor também falou sobre as piadas relacionadas a sua orientação sexual. Ele diz que incomodava, mas no fim o problema o ajudou a se tornar um artista multifacetado. “Tenho um monte amigo que é gay e nunca tive problema. Mas quando me chamavam de gay, no fundo eu me incomodava. Eu fingia que não, mas ficava sim. Mas chega uma hora em que você se conhece melhor, vê que não precisa provar nada para ninguém”.

O futuro papai ainda revelou que se Otto, seu primeiro filho, for gay ele vai amá-lo independente de suas escolhas e dará o suporte necessário para o pequeno se tornar o melhor ser humano possível para este mundo.